Caga de natal

Eu adoro o natal mas acho que o natal não me adora a mim. É daquelas coisas que eu não entendo, nem a minha mulher porque já falámos sobre isso e não chegámos a lado nenhum. Eu acho que é dos amigos que temos que são pobres e só dão prendas que são uma cagada. Ela acha que eu sou estranho, mas ela é que usa a pá para fazer de leque quando não tem.
Eu fico sempre muito entusiasmo com o natal. Com nervoso e nervos na barriga e acordo sempre de manhã sem me queixar muito. É também a altura do ano em que trabalho mais e ando sempre com a carrinha de um lado para o outro.
O que menos gostei deste natal foi não ter recebido nada de jeito. Recebi um íman para o frigorífico, que também é corta unhas com lima, mas que não cola bem porque o meu frigorífico tem as portas desmagnetizadas. Na loja dizem que é do sol que dá de chapa pela janela.
Depois recebi um saco de moedas velhas de um tio velho que agora está a dar tudo. Ele está quase a morrer, mas eu acho que ele quer é arrumar a casa. Eu se tivesse para morrer, arrumar a casa era a minha última preocupação e andava a aí a curtir, e a conduzir à velocidade que eu quisesse e com o rádio na estação que eu quisesse no volume que eu quisesse! Agora este tio velho diz que gosta muito de mim, e eu nem o conheço bem. Mas deixou-me um saco do pingo doce cheio de moedas de várias nações do mundo inteiro. Ele diz que aquilo vale muito mas eu já estive a ver no computador e há moedas de 5 cêntimos chilenos que não valem um chavelho. E depois vêm as moedas todas à balda no saco. Tenho de andar a ver de que país é, de que ano, quanto vale e guardá-la numa pasta.
Eu não queria nada ter de fazer isto mas a minha mulher diz que o tio velho está para morrer e é preciso deixar boa impressão para ver se ele nos deixa um rádio de bolso antigo que ele tinha. Daquela marca blaupunk.
Foi uma bela merda a consoada, de volta de moedas e mais moedas e nem uma peseta furada, que sempre dava para um colar para dar aos garotos do meu irmão.

tags:
publicado por fax às 14:33 link do post | comentar | favorito