Ir ao supermercado

Das maiores secas que me podem pregar é ir ao supermercado. A minha mulher não tem a carta de condução. Aliás até tem, mas ganhou trauma porque uma vez eu disse-lhe para esperar por mim na estrada ao pé de casa e parou um carro a perguntar quanto era. Isto nem tem nada a ver com ela conduzir, mas tudo o que tenha a ver com carros deixa-a triste desde aquele dia. E depois ainda se chateou mais comigo quando lhe perguntei quanto é que ela tinha pedido.

 

Então, sempre que a minha mulher tem de ir às compras pede-me para a levar. E é sempre na Hilux comprida para poder trazer tudo. Mais ainda, há muita gente que me pede a carrinha emprestada para ir ao Jumbo, e há uns meses pediram-ma para irem à Fabio Lucci buscar camisas. Eu até pensei que eram os ciganos, mas mostrei-lhes que a carrinha tinha um autocolante de um sapo e eles nem mexeram.

 

Geralmente fico à espera no parque de estacionamento a ler um jornal, uma revista ou a bíblia. Mas de vez em quando vou com a minha mulher para não estar a gastar o ar condicionado.

Gosto de meter coisas caras nos carrinhos de compras das outras pessoas mas a minha mulher não acha graça nenhuma.

Deixo garrafas de whiskey caras nos carrinhos que têm bebés lá dentro, ou fraldas nos dos velhos. Depois é ver as pessoas a irem para a caixa e esperar pelas reacções. A melhor foi aquela velha que ficou muito surpreendida mas mesmo assim levou para casa um motosserra de duas velocidades.

 

Também meti cinco garrafas de água ardente no carrinho de um casal. A mulher quando viu aquilo obrigou o homem a ir metê-las de volta. Dizia que não tinha sido ele, e começaram a gritar. O homem mandou o carrinho para o chão, depois até vieram os seguranças e acho que ele foi preso. Tiveram ainda de pagar as garrafas e ficou um cheio muito forte a desinfectante.

 

Quando a coisa corre bem vale a pena ir às compras. Mas geralmente, é uma valente bosta até porque algumas pessoas apanham-me e depois tenho de fingir que sou cego até voltar à carrinha.

 


(É uma boa máquina mas não é o Ferrari dos moto serras. É mais um Citroen)
publicado por fax às 11:27 link do post | comentar | favorito